Curiosidades
16.ago.2018
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Quais as vantagens do síndico profissional?

Administrar um condomínio exige conhecimento e disposição

Imagem Quais as vantagens do síndico profissional?
Logo Copiar Blog Notícia

Um dos maiores desafios do síndico é zelar pelo bem-estar dos moradores e saber gerenciar as contas e obrigações do prédio. E para administrar um condomínio com muitas torres e apartamentos é fundamental ter um responsável que entenda de gestão, direito e contabilidade.

E cada vez mais, os condomínios em São Paulo estão optando por contratar um síndico terceirizado, que tenha atenção, paciência, disposição e muito jogo de cintura para lidar com alguns conflitos. Com este profissional é possível contar com uma gestão mais eficiente.

Por outro lado, contratar um síndico terceirizado implica em aumento de custos já que este profissional deverá ter um salário. A faixa salarial do síndico profissional depende da complexidade do empreendimento e, normalmente, gira entre dois e cinco salários mínimos.

Para a advogada Viviana Callegari, especialista em direito imobiliário do escritório Posocco & Associados Advogados e Consultores, profissionalismo, experiência, respaldo administrativo, financeiro e jurídico estão entre as principais vantagens de contar com o síndico profissional.

Já o advogado Alexandre Berthe considera a imparcialidade, o conhecimento e profissionalismo entre os principais benefícios de contar com os serviços do síndico profissional:

  • Conhecimento: Nos condomínios mais modernos, considerando o fluxo de pessoas, de caixa, complexidade das leis aplicadas o uso de sindico profissional é aconselhável, pois, normalmente, o profissional possui conhecimento mais amplo para lidar com inúmeras variáveis, podendo delegar funções e, com isso, obter soluções mais rápidas e eficazes para a manutenção do condomínio.
  • Imparcialidade: Por ser uma pessoa que não participa da vida condominial, normalmente, não possui vínculo de amizade com os condôminos, refletindo, muitas vezes em maior imparcialidade, evitando assim perseguições e/ou isenções em face dos condôminos.
  • Profissionalismo: O síndico profissional, normalmente, possui uma assistência pessoal que lhe permite maior amplitude na busca por orçamentos, renegociações de contratos, possui uma relação maior com outros profissionais e com os colaboradores, ou seja, realmente, presta uma administração mais profissional, muitas vezes proporcionando que o condomínio tenha uma administração empresarial adaptada à vida residencial.

De acordo com os especialistas o custo alto, atendimento não personalizado, e ausência no dia a dia estão entre os principais pontos negativos de contar com o síndico profissional:

  • Custo: O custo mensal ainda é considerado muito elevado;
  • Atendimento não personalizado: Por não ser morador, muitas vezes, a decisão facultativa que pode adotar não necessariamente são as desejadas pela comunidade condominial.
  • Ausência: A ausência da presença no síndico no condomínio ainda é muito criticada, pois, o síndico profissional, até pelo fato de que administra outros condomínios, não está tão presente na vida condominial cotidiana, situação que pode resultar em uma demora por soluções de problemas, especialmente, os mais urgentes relacionados ao cumprimento das regras condominiais.
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Mercado Imobiliário mostra reação do setor
Próximo Post >
Caixa promove 2ª Semana de Imóveis