Mercado imobiliário
03.abr.2013
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Mercado Imobiliário - 2013 é o momento para investir em imóveis

Passado os feriados, o mercado imobiliário está em alta e a oferta é grande

Imagem Mercado Imobiliário - 2013 é o momento para investir em imóveis
Logo Copiar Blog Notícia

O ano de 2012 não obteve os melhores resultados para o mercado imobiliário em São Paulo, mas as perspectivas para 2013 são melhores. Investir no ramo imobiliário terá bons resultados, pois os sinais são favoráveis. Passado os feriados, o mercado está em alta e a oferta de imóveis é grande

Para José Augusto Viana Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) a expectativa é positiva após os feriados do primeiro trimestre. “Neste momento os negócios começaram a reagir. Até o carnaval o movimento nas imobiliárias estava abaixo da expectativa e após as festas, apresentou uma agitação e o número de pessoas fazendo consultas aumentou”, declara.


As construtoras iniciaram o ano oferecendo diversas promoções no intuito de diminuir sua carteira de ofertas remanescentes e estoques. Agora, após o carnaval e a páscoa, percebe-se que o foco principal é aproveitar o momento de estabilização do mercado imobiliário em São Paulo.

Segundo o Sindicato da Habitação (SECOVI-SP), cerca dos 14% dos imóveis lançados em São Paulo, foram realizados no primeiro trimestre. Isso acontece porque no quarto trimestre é quando concentra o maior número de lançamentos na cidade. Aproximadamente 40% dos lançamentos são realizados no quarto trimestre.

“As empresas fecham o relatório anual no final do ano e com isso, elas procuram correr para antecipar as aprovações de projetos e os lançamentos imobiliários. E como o trimestre anterior teve muito lançamento e com menos vendas, no primeiro trimestre há inversão dos fatos”, explica o economista do Secovi, Celso Petrucci. 

Hoje, após alguns meses de recessão, o número de ofertas cresceu muito, podendo esse futuro comprador, ter muitas opções de escolha e ao mesmo tempo, poder realizar mais propostas condizentes com a sua realidade financeira.

O cenário apresenta boas razões para começar a investir em imóveis em 2013. Uma delas é a redução nas taxas de juros para compra de imóveis acima de R$ 500.000,00, ou seja, a ideia do governo é atingir também o público das classes A, B e C, tendo em vista que se percebeu a crescente demanda desse público. Outras questões que contribuem para a aquisição além dos juros mais baixos é a estabilidade da Bolsa de Valores e a evolução dos Mercados Mundiais que a partir de 2013 começou reagir positivamente. 

“O Brasil tem gerado emprego, a taxa de juros do financiamento imobiliário caiu, continuamos com uma demanda da classe média baixa muito forte, o crescimento real do salário, ou seja, temos uma série de fatores econômicos que ajudam para valorização imobiliária”, completa o economista.

Assim, para os compradores que buscam sua nova residência, ou aqueles que buscam como uma boa opção de investimento, em 2013 deixa claro que o momento é propício, pois mesmo que ocorra uma valorização mais tímida que os anos anteriores, com certeza será melhor e mais seguro que os nossos índices de juros da poupança, investimentos em bolsa de valores ou qualquer outro meio de investimento. Portanto, temos uma série de fatores econômicos que nos ajudam a investir em imóveis em 2013.


#MERCADO IMOBILIÁRIO
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Financiamento Imobiliário - É possível usar o saldo do FGTS?
Próximo Post >
Cresce venda de novos imóveis

Localizar Notícias

Imagem Localizar Notícias do Blog