Notícias
24.nov.2013
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Na zona leste a indiferença traz prejuízos

Diversos bairros da região sofrem com o descaso. Praças descuidadas e patrimônio histórico degradado podem, sim, resvalar na desvalorização de imóveis

Imagem Na zona leste a indiferença traz prejuízos
Logo Copiar Blog Notícia

Um povo que cuida do que é seu só tem a lucrar. Lucra com melhor qualidade de vida, com uma história mais bonita e rica e lucra com a valorização de uma região e, claro, dos imóveis em seu entorno. A zona leste viva alguns contrapontos. É a região da cidade que mais se valoriza, mas também é uma das que menos cuida de suas áreas públicas e de seu patrimônio histórico. Isso, sim, pode e influencia na valorização de imóveis em diversos bairros da área.

E a culpa é de todos: da população, do Poder Público e da iniciativa privada. Da população, que não cuida e deixa as praças e parques sujos, com falta de manutenção, bancos e brinquedos quebrados, lixo pelo chão, quadras descuidadas, árvores, jardins e gramados descuidados. Do Poder Público, que não zela por essas áreas e não faz a manutenção. Da iniciativa privada, no caso, construtoras e incorporadoras, que poderia ter o interesse em adotar alguns desses espaços exatamente para valorizar seus lançamentos.

Quando se fala do patrimônio histórico que está espalhado por diversos bairros, o fenômeno negativo é idêntico. A memória da região não só é um testemunho de tudo pelo que os antigos moradores passaram e viveram, como um fator de valorização de imóveis próximos.

Esses dois pontos são fundamentais para que se tenham bairros mais bonitos e ricos historicamente, além disso, valorizam uma região, fazendo com que o interesse em se comprar um imóvel e morar em um determinado bairro seja maior. A troca é essencial e deve ser preocupação de toda a sociedade.

Infelizmente, esse fator não é uma particularidade da zona leste, mas parece que é mais forte na maior e mais valorizada região da cidade. Um povo que cuida do que é público, tende a ter uma valorização maior do que é privado. Uma troca que moradores, empresas e governo devem ter em mente para um futuro melhor da zona leste.

#NOTÍCIAS
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Prefeitura inicia processo de concessão nos Parques
Próximo Post >
Inscrições abertas para moradias populares no Centro

Localizar Notícias

Imagem Localizar Notícias do Blog