Mercado imobiliário
17.nov.2013
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Mercado imobiliário: Um novo consumidor

Tecnologia e consciência sustentável fazem com que o comprador tenha novas exigências, expectativas e espere resultados e empreendimentos cada vez

Imagem Mercado imobiliário: Um novo consumidor
Logo Copiar Blog Notícia

O mercado imobiliário mudou porque o consumidor mudou. E o consumidor mudou, porque o mercado mudou. O famoso "efeito Tostines" ("é fresquinho porque vende mais. Vende mais, porque é fresquinho") nunca foi tão verdadeiro quando analisado o momento atual do segmento e as tecnologias construtivas.

Hoje, o comprador tem uma gama quase infinita de novas opções, seja na procura por imóveis, seja no conforto do dia a dia de uma unidade residencial ou comercial. E isso veio dos dois lados: o mercado precisou se modernizar para atender um consumidor cada vez mais exigente, e o comprador, por sua vez, quer todas as facilidades que ele tem direito.

Um prédio verde, com todas as tecnologias construtivas; inteligente, com todas as facilidades da vida moderna; e econômico, com poupança de recursos, iluminação natural e baixo consumo de água são alguns dos requisitos que não são mais diferenciais, mas condições para atratividade e comercialização.

O chamado "consumidor 3.0" quer tecnologia, qualidade, preço e prazo de entrega tudo em um mesmo lugar. Esse comprador está mais conectado e preocupado não só com o produto que compra, mas com o imóvel que morará ou trabalhará. E mais, está pensando não no dia de hoje, mas com as gerações futuras e o legado que ele deixará para os filhos e netos. Não legado de propriedades, mas um mundo melhor.

Leia também:
Mercado imobiliário: Compacto bom de venda
Zona leste: a diferença está nos pontos
Conheça a história da Jamelo Imóveis

Este é o perfil do novo comprador que o segmento tem de entender e atender. As construtoras tiveram que se adaptar para manter e aumentar suas vendas. Hoje, quem lança não busca oferecer só a melhor localização e preço, mas as melhores relações de custo/benefício, prazer/necessidade, conforto/diferenciais e qualidade/tecnologia. Sem isso, não se tem sucesso, sem isso não se sobrevive neste novo cenário.



#MERCADO IMOBILIÁRIO
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Dicas para vender o imóvel mais rápido
Próximo Post >
Conheça as responsabilidades do Zelador

Localizar Notícias

Imagem Localizar Notícias do Blog