Mercado imobiliário
30.jun.2014
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Mercado imobiliário: Há espaço para crescer depois da Copa do Mundo

Em São Paulo e em todas as cidades-sede da Copa do Mundo houve crescimento do setor antes do torneio. Especialistas acreditam que há espaço para mais crescimento depois do evento

Imagem Mercado imobiliário: Há espaço para crescer depois da Copa do Mundo
Logo Copiar Blog Notícia

Só quero ver durante a Copa? Essa era a perguntas que todos se faziam sobre a organização do torneio de futebol. Com a bola rolando o que se viu foi um País unido, receptivo e que deixou todos os estrangeiros muito bem impressionados. É claro que não estamos 100% e muito do que ficou de ser feito, não o foi. Mas estamos bem de maneira geral.

E quanto ao mercado imobiliário. O antes da Copa mostrou altamente positivo. Em regiões nas quais foram construídas as "arenas" o segmento progrediu. Houve valorização dos imóveis construídos, dos que estavam em construção (que também tiveram alta de volume em razão da proximidade com os locais de jogos) e, claro, do metro quadrado para futuros empreendimentos.

Isso em todos os nichos e em todas as cidades. Por exemplo, seja em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, ou qualquer das outras nove sedes, a locação de unidades próximas, sejam residenciais, lojas, pontos comerciais etc., em alguns casos, subiram mais de 20 vezes!

E depois da Copa, o que vai ser do mercado nessas regiões? Não deve ter uma alta maior do que já aconteceu. Devo, sim, voltar a patamares menores, mas, ainda assim, maiores do que era antes. Essas localidades sofreram, sofrem e sofrerão - no bom sentido - mudanças estruturais, com novas avenidas, transporte público melhor, enfim, esses bairros no entorno dos estádios mudaram e isso não tem como retroceder.

Mesmo em locais que, teoricamente, não terão a mesma capacidade de uso que arenas em cidades maiores, como em Cuiabá, Brasília e Manaus que, teoricamente, não terão público suficiente depois da Copa para lotar esses espaços. O que se espera é novas utilidades, como palcos para grandes eventos, shows etc. De qualquer forma, a valorização aconteceu e é um processo sem volta.

Outro ponto apontado por especialistas é que muitos seguraram a compra para depois da Copa, justamente aguardando essa "regularização" do mercado para patamares mais reais - o que inevitavelmente acontecerá. Depois da Copa deve haver demanda e a demanda deve ser atendida. Há estoque para isso e devem acontecer mais lançamentos. Ou seja, depois da Copa o mercado deve ganhar força, sim, mas dentro de uma normalidade que sempre existiu.

 

#MERCADO IMOBILIÁRIO
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Conheça as responsabilidades do Zelador
Próximo Post >
Descubra se é seguro comprar imóvel com Corretor Autônomo?

Localizar Notícias

Imagem Localizar Notícias do Blog