Notícias
13.mai.2013
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

A bússola comercial vira para o leste

Empreendedores e investidores percebem potencial comercial da zona leste de São Paulo e colocam a região nos seus planos

Imagem A bússola comercial vira para o leste
Logo Copiar Blog Notícia

Diferentemente do que ocorria nos passado, o mercado de empreendimentos comerciais já não se resume às zonas sul e oeste. Há alguns anos a bússola do segmento mudou e vem, cada vez mais, apontando para a zona leste. Anteriormente conhecida como uma região eminentemente residencial – quase dormitório –, com poucos endereços comerciais que só atendiam às necessidades locais, a região já está no planejamento das grandes empresas que lançam prédios de escritórios e galpões industriais em seus bairros.

Para o nicho de prédios comerciais, com salas e pavimentos inteiros de escritórios, os bairros da Mooca, Tatuapé e Penha ainda são os principais destinos dos lançamentos, mas outros bairros começam a receber esse tipo de lançamento.

Quem anda pelos principais endereços da Vila Formosa, Vila Carrão, Aricanduva, Belém, entre outros bairros, já percebe lançamentos em comercialização e/ou em fase de construção. Esse cenário é mais comum do que se pensa e tende a ser ainda mais profícuo. Em comparação com tradicionais endereços das zonas sul e oeste, a leste tem preços mais interessantes e infraestrutura que melhora a olhos vistos. Seja por facilidade de transporte atual e futura - com a construção de estações de metrô e com corredores de ônibus -, seja porque a tendência de investimentos público-privados na região seja alta, o segmento comercial cresce.

Hoje, há lançamentos em quase todos os bairros. Prédios de escritórios na Penha e no Tatuapé, galpões, lajes industriais e, até, hotéis em Itaquera, shoppings na Vila Prudente, lojas e pequenos centros comerciais na Mooca, clínicas e lojas em São Mateus, entre outros. O mais importante: o potencial é ainda maior. A região é carente de hospitais, prédios comerciais, indústrias e galpões destinados à logística de transporte e isso já foi percebido.

Se o movimento é grande na Penha, Tatuapé e Mooca, a tendência é que isso se propague a outros bairros, até mais afastados. Esse nicho não é só uma oportunidade, mas uma necessidade para a zona leste. O cenário comercial deve mudar a região. Positivamente.

#NOTÍCIAS
Fonte:
ZL Imóvel
O Portal de Imóvel da Zona Leste de São Paulo
www.zlimovel.com.br
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Prefeitura inicia processo de concessão nos Parques
Próximo Post >
Inscrições abertas para moradias populares no Centro

Localizar Notícias

Imagem Localizar Notícias do Blog