Notícias do Mercado Imobiliário

  • 11/11/2014

    Os desafios do governo para o mercado imobiliário em São Paulo

    A presidente tem a missão de retomar o ciclo da expansão da economia brasileira e resgatar a confiança dos brasileiros
    Tamanho da Fonte: A- | A | A+
  • No dia 26 de outubro de 2014, o Brasil assistiu a disputa mais acirrada dos últimos 25 anos para a Presidência do país. Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi reeleita para o seu segundo mandato com 51,6% dos votos válidos. 

    Agora, a presidente tem o desafio de retomar o ciclo da expansão da economia brasileira e resgatar a confiança dos brasileiros, principalmente a dos paulistas e da população do interior de São Paulo, que abastece os cofres públicos em quase 30% da sua totalidade, por se tratar do estado mais rico da federação. Para isso, o governo prepara uma série de mudanças, uma delas atinge o mercado imobiliário. A proposta é atualizar o Programa Habitacional, Minha Casa, Minha Vida. Onde, atualmente, somente as famílias com renda de R$ 1,6 mil até R$ 5 mil mensais se enquadram no programa. 

    Uma das novas propostas é diminuir a taxa dos juros de 8,16% para 7,16% para famílias que têm renda de R$ 3.101 a R$ 5.400. O conselho também estuda ampliar o valor máximo do financiamento, que hoje está em 190 mil, e não atende a classe média, já que houve uma elevação nos preços dos imóveis nos últimos anos. O objetivo é facilitar a comprar da casa própria por jovens recém-casados. 

    Sem dúvida, diante de tudo isso, o cenário é de dúvidas e incertezas. Porém, A instabilidade da economia faz com que o mercado imobiliário seja um investimento seguro e vantajoso, principalmente, se comparado com o financeiro ou automotivo.

    Hoje é unânime a opinião dos economistas, que pagar a prestação de uma casa é muito mais saudável que qualquer outro tipo de investimento. Mesmo sendo alta a prestação, o consumidor nunca estará perdendo, pois o imóvel valoriza ano a ano, independente de qualquer crise econômica. 

    E quem está em busca por excelentes locais para morar com a família, a zona leste de São Paulo é uma das áreas mais procuradas e que mais cresce na capital paulista. São diversos os projetos de desenvolvimento que o local recebe. E por ser um distrito consolidado que proporciona tantos benefícios, a região possui um mercado imobiliário com grande tendência de crescimento e de valorização.

    O mercado imobiliário na zona leste é diversificado e atrai clientes de todas as classes sociais. No local é possível encontrar imóveis com preços populares e unidades de alto padrão com acabamento de qualidade, infraestrutura completa e tecnologia de última geração. 

    Ao contrário do que as pessoas pensam, proporcionalmente, o custo do metro quadrado pode ser igual, ou um pouco acima das unidades "populares" com dois dormitórios e uma vaga de garagem. E geralmente são encontrados no mesmo bairro. Por exemplo, o valor do metro quadrado dos apartamentos de alto padrão na região do Tatuapé e Jardim Anália Franco, no mês de outubro de 2014, girou em torno de R$ 7 mil a R$ 10 mil, ou seja, muito parecido com a média que é de R$ 6 mil para as unidades de 2 dormitórios com uma vaga de garagem no Tatuapé.

    Enquanto isso, nos bairros vizinhos Artur Alvim e Guaianazes, os apartamentos com uma vaga têm o seu metro quadrado em média de R$ 3.700 e R$ 3.300*, respectivamente. Nas áreas mais periféricas da zona leste, o metro do apartamento pode girar entre R$ 2.500 até R$ 3 mil*.

    A zona leste reúne ofertas imobiliárias atrativas para todas as classes sociais e se o governo cumprir com a promessa de ampliar o crédito do Programa Habitacional, Minha Casa, Minha Vida, a população terá uma possibilidade maior de realizar bons negócios. 



Todas Notícias
19/10/2016 - Qual o valor da locação por metro quadrado de cada região?
Dados por número de dormitórios e estado de conservação
17/10/2016 - Quais foram os imóveis usados mais vendidos?
Pesquisa foi realizada com 320 imobiliárias da capital
13/10/2016 - Locação de imóveis continua em alta
Agosto registra crescimento de 8,94%
11/10/2016 - Mercado Imobiliário - Cresce venda de imóveis usados em SP
Financiamentos de bancos privados somam 25,26% do total
06/10/2016 - Plano&Plano lança empreendimentos do Minha Casa Minha Vida
Construtora apresenta conceito moderno de habitação popular
03/10/2016 - Mooca: um bairro completo e muito procurado
Locação de imóveis varia de R$ 15,98 a R$ 22,21 o metro qua
30/08/2016 - Região do Brás une o melhor do polo comercial e residencial
Bairro é conhecido pelas confecções de roupas
24/08/2016 - Cury promove ação de revitalização em Itaquera
Grafiteiros repaginaram entorno do Reserva Parque do Carmo
16/08/2016 - Zona Leste a mais procurada
Região apresentou maior volume de vendas e lançamentos
03/08/2016 - ZL Imóvel apoia evento sobre planejamento estratégico
Palestra reuniu mais de 40 empresários do ramo imobiliário
26/07/2016 - Moradias populares têm inscrição prorrogada
Governo estende prazo até 24 de novembro
25/07/2016 - São Mateus vive de dualidades
Região também é um com mais possibilidades
20/07/2016 - Mercado Imobiliário volta atenção para classes A e B
Ofertas para esse nicho apresentaram crescimento de 10%
11/07/2016 - Melhor casa do mundo na Vila Matilde ganha novo prêmio
Imóvel localizado na Zona Leste custou R$ 150 mil
04/07/2016 - De olho no extremo leste
São Miguel e Itaim terão muitas obras
22/06/2016 - Carrão: segurança e tranquilidade para você e sua família
Região possui características residenciais e comerciais
15/06/2016 - Zona Leste lidera vendas e lançamentos de imóveis
Região foi responsável por 493 imóveis comercializados em SP
09/06/2016 - Cury Construtora lança complexo "Minha Penha"
Empreendimento conta com unidades a partir de R$ 190 mil
06/06/2016 - ZL Imóvel completa 10 anos de sucesso
Portal surgiu em 2006 com uma ideia inovadora no mercado
30/05/2016 - Tibério une residencial e comercial em único empreendimento
Localizado no Tatuapé, projeto é tendência em todo o mundo
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 

O Guia de Serviços da Zona Leste