Notícias do Mercado Imobiliário

Mercado imobiliário - Bolha, não. Ressaca

Algumas grandes construtoras registram queda nos lucros nos primeiros meses deste ano. Empresas acreditam em readequação, mas não em uma bolha no setor

Depois de uma grande celebração, vem sempre a ressaca. É assim que o mercado imobiliário analisa o momento em que vive. Depois de excelentes resultados nos últimos anos era de esperar uma espécie de adequação do segmento, com queda nos lucros em quase toso so nichos e, até resultados negativos comprados com iguais períodos de anos anteriores. O primeiro trimestre deste ano mostrou bem isso para muitas construtoras.

Mesmo com números ruins, as empresas não acreditam em uma bolha no setor – como ocorreu nos EUA há menos de dois ou três anos. O que se vê por aqui, na opinião dos agentes, é uma ressaca. E que logo passará, como qualquer ressaca.

Depois do de vendas de anos anteriores, que até acarretaram em problemas como excessos em orçamentos de obras e atraso na entrega dos imóveis, era natural que o mercado estivesse menos aquecido. Houve grande procura por unidades de todos os nichos, os números de vendas registravam recordes mês após mês. Mas o setor sabia que isso não seria para sempre. A tendência seria o freio por parte do comprador. Era natural que o comprador, ciente de seu poder e com muita oferta, segurasse seu ímpeto na hora de comprar. E, claro, que as empresas lançassem menos.

As maiores construtoras do País tiveram prejuízo ou reviram suas metas de lançamentos, segurando projetos já aprovados para serem lançados em melhor momento. Mas nunca parar de lançar. Com menos lançamentos, o que se viu nesse primeiro semestre de 2012 foi um foco maior no trabalho com estoque remanescente. Empreendimentos prontos ou em construção foram “mais trabalhados” pelas empresas e imobiliárias, pois com eles a demanda que se tinha poderia perfeitamente ser atendida. Se o comprador procura menos e se tem produto para atendê-lo é perfeitamente possível segurar um pouco mais novos projetos.

Outro nicho que cresceu de alguns anos para cá, foi o de imóveis de terceiros. Depois de ter passado por grande retração, com queda de preços e aumento de estoque parado nas imobiliárias, esse mercado encontrou um caminho interessante. Ser opção de quem procurar imóveis melhores na hora da troca ou primeira compra, com preços mais acessíveis, foi um filão sempre importante para esse segmento. Isso voltou a ser percebido entre 2011 e 2012. Ou seja, o mercado sabe se adequar ao cenário.

Dessa forma, com lucro menor em razão de menos lançamentos, é possível regular o setor, pois ainda há unidades para atender o comprador, que também vive essa espécie de ressaca. O mercado brasileiro já mostrou em períodos passados que pode, sim, passar por uma ressaca, sem medo de uma dor de cabeça. O setor aprendeu a viver momentos de adversidades e, mesmo assim, sobreviver para viver períodos melhores mais à frente. Enfim, não é uma bolha que se vê, mas um cenário de readequação da oferta.

Criado por: Portal ZL Imóvel -www.zlimovel.com.br
Autor: Marco Barone (barone.noticias@spimovel.com.br) em 16/09/2012 00:00:00


Todas Notícias
19/10/2016 - Qual o valor da locação por metro quadrado de cada região?
Dados por número de dormitórios e estado de conservação
17/10/2016 - Quais foram os imóveis usados mais vendidos?
Pesquisa foi realizada com 320 imobiliárias da capital
13/10/2016 - Locação de imóveis continua em alta
Agosto registra crescimento de 8,94%
11/10/2016 - Mercado Imobiliário - Cresce venda de imóveis usados em SP
Financiamentos de bancos privados somam 25,26% do total
06/10/2016 - Plano&Plano lança empreendimentos do Minha Casa Minha Vida
Construtora apresenta conceito moderno de habitação popular
03/10/2016 - Mooca: um bairro completo e muito procurado
Locação de imóveis varia de R$ 15,98 a R$ 22,21 o metro qua
30/08/2016 - Região do Brás une o melhor do polo comercial e residencial
Bairro é conhecido pelas confecções de roupas
24/08/2016 - Cury promove ação de revitalização em Itaquera
Grafiteiros repaginaram entorno do Reserva Parque do Carmo
16/08/2016 - Zona Leste a mais procurada
Região apresentou maior volume de vendas e lançamentos
03/08/2016 - ZL Imóvel apoia evento sobre planejamento estratégico
Palestra reuniu mais de 40 empresários do ramo imobiliário
26/07/2016 - Moradias populares têm inscrição prorrogada
Governo estende prazo até 24 de novembro
25/07/2016 - São Mateus vive de dualidades
Região também é um com mais possibilidades
20/07/2016 - Mercado Imobiliário volta atenção para classes A e B
Ofertas para esse nicho apresentaram crescimento de 10%
11/07/2016 - Melhor casa do mundo na Vila Matilde ganha novo prêmio
Imóvel localizado na Zona Leste custou R$ 150 mil
04/07/2016 - De olho no extremo leste
São Miguel e Itaim terão muitas obras
22/06/2016 - Carrão: segurança e tranquilidade para você e sua família
Região possui características residenciais e comerciais
15/06/2016 - Zona Leste lidera vendas e lançamentos de imóveis
Região foi responsável por 493 imóveis comercializados em SP
09/06/2016 - Cury Construtora lança complexo "Minha Penha"
Empreendimento conta com unidades a partir de R$ 190 mil
06/06/2016 - ZL Imóvel completa 10 anos de sucesso
Portal surgiu em 2006 com uma ideia inovadora no mercado
30/05/2016 - Tibério une residencial e comercial em único empreendimento
Localizado no Tatuapé, projeto é tendência em todo o mundo
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 

O Guia de Serviços da Zona Leste