Imóveis Parque do Carmo à venda ou para alugar, Zona Leste de São Paulo

Parque do Carmo: a fazenda dos carmelitas

A área ocupada pelo Parque do Carmo, com mais de 1,5 milhão de metros quadrados, integrava originalmente a Fazenda Caguassu, cuja área total ultrapassava os sete milhões de metros quadrados. Os primeiros relatos sobre sua existência datam do século XVI, mas sua ocupação se efetivou somente no final do século XVIII
A área ocupada pelo Parque do Carmo, com mais de 1,5 milhão de metros quadrados, integrava originalmente a Fazenda Caguassu, cuja área total ultrapassava os sete milhões de metros quadrados. Os primeiros relatos sobre sua existência datam do século XVI, mas sua ocupação se efetivou somente no final do século XVIII, quando foi doada à Província Carmelita Fluminense (atual Ordem Terceira do Carmo) e transformada em fazenda pelos religiosos, que cultivavam café, laranja, chá, verduras e criavam gado.

Os carmelitas dividiram a fazenda em várias glebas no começo do século XX. Uma delas foi adquirida em 1919 pelo Coronel Bento Pires de Campos, que ali instalou a Companhia Comercial Pastoril e Agrícola e abriu um loteamento. Uma imagem de Nossa Senhora do Carmo encontrada na capela da casa sede inspirou o nome do lugar: Fazenda Nossa Senhora do Carmo ou, simplesmente, Fazenda do Carmo. O que restou da antiga fazenda foi vendido para o empresário paulista Oscar Americano, em 1951. Finalmente, em 1976, a área foi desapropriada pela prefeitura para transformá-la em parque público, oferecendo lazer aos moradores de Itaquera e da Zona Leste em geral.

Nos últimos dez anos, o Parque do Carmo passou por reformas estruturais para proporcionar maior conforto e opções de lazer aos seus milhares de visitantes. Extensa área verde está preservada, com cafezais e cerejeiras japonesas, seis lagos com pequenas ilhas e fauna variada. O Parque do Carmo também abriga museu, biblioteca, anfiteatro, um Centro de Educação Ambiental e um planetário recém-instalado.

Uma das principais áreas de lazer da região é o Parque do Carmo. Em uma área de 6 milhões de metros quadrados reúne o Centro de Educação Ambiental, um museu, horta com espécies medicinais, biblioteca, churrasqueiras, aparelhos de ginástica, campo de futebol, ciclovia e parque infantil. Abriga ainda um dos dois planetários da capital, construído em parceria com a iniciativa privada em 2004.

No últimos anos o bairro foi “descoberto” pelo mercado imobiliário. Em razão do Plano Diretor, e até mesmo pelo Parque, a construção de prédios é restrita – se concentrando principalmente ao longo da Avenida Aricanduva –, mas as casas são o ponto alto do setor. É fácil encontrar nas imediações do Parque casas de altíssimo padrão – agora começam a aparecer condomínios horizontais fechados –, mas, ao mesmo tempo, também se vê uma profusão em excesso de favelas e subabitações, um problema a ser resolvido pelas autoridades.

O comércio local não é forte e fica mais restrito a restaurantes, bares e pequenas lojas nas avenidas principais. Esse detalhe é resolvido com os bairros vizinhos, como Aricanduva e Itaquera, que possuem shoppings, por exemplo.

Parque do Carmo em números
Subprefeitura: Itaquera
Bairros do Parque do Carmo: Fazenda Caguaçu, Fazenda Nossa Senhora do Carmo, Jardim dos Guedes, Jardim Elian, Jardim Marabá, Jardim Nossa Senhora do Carmo, Jardim Santa Marcelina, Vila Santa Isabel, Vila São Vicente
Estimativa Populacional em 2000: 64 mil
Renda média R$ 820,18

Conhecendo o bairro

O bairro é formado por grandes avenidas, arborizadas e com bom movimento. Sem dúvida a Avenida Maria Luiza Americano é uma das vias mais importantes do Parque do Carmo. Há um comércio interessante, muitas praças, e a vizinhança foi a que mais cresceu nos últimos anos, como muitas casas de alto padrão e prédios na redondeza.

Ela liga uma das principais vai da região, a Avenida Líder com o Parque do Carmo. Mas que foi a senhora Maria Luiza Americano? Dona Maria Luiza Ferraz Americano de Caldas nasceu no Rio de Janeiro em 30 de abril de 1918, filha de Bernardo José Ferraz e de Maria Isabel Dale Ferraz, sexta filha de 14 irmãos. Terminados seus estudos secundários, casou-se em 1937 com Oscar Americano de Caldas Filho.

Tendo o casal decidido aproveitar a chácara de recreio, que se localizava no então distante bairro do Morumbi, para construir a casa definitiva da família, dedicou-se com grande entusiasmo à empreitada. Guarneceu esta casa com móveis e objetos brasileiros de alto valor histórico. Após a sua morte, ocorrida em 1972, seu marido resolveu criar nesta casa a "Fundação Maria Luiza e Oscar Americano". Exerceu também intenso trabalho na zona Leste de São Paulo com a criação do Jardim Nossa Senhora do Carmo, onde participou ativamente do plano pioneiro que desenvolveu o setor urbanístico e habitacional de Itaquera.
 
Fontes: site da Prefeitura de São Paulo e Wikipedia

Elaborado por: Marco Barone (barone.noticias@spimovel.com.br)



REFINAR RESULTADO
Tipo de imóvel:
Faixa de preço:
Filtrar por bairros:

Foram encontrados 61 imóveis em São Paulo no bairro Parque do Carmo

Área:
select
Cadastrado em:
select
Ordenar por: 
select

O Guia de Serviços da Zona Leste